Root no Android entenda o que é e para que serve

O que é ROOT ? e Para que ele serve?

A palavra “Root” vem do inglês e significa raiz, tanto é que alguns ao invés de utilizarem a palavra “rootagem” para traduzi-la usam “enraizamento“. Em termos computacionais que dizer ter acesso completo e irrestrito a um sistema, ou seja, um usuário com acesso “Root” pode modificar o sistema sem nenhuma restrição, mesmo que isso comprometa o bom funcionamento ou até mesmo deixe-o inoperável. O superusuário geralmente é utilizado quando queremos fazer alguma configuração que requer um conhecimento mais técnico do sistema, ou seja, uma modificação passível de deixar o sistema vulnerável à ataques externos ou a inutilização do mesmo.

No Linux, era preciso de uma senha criada quando o sistema operacional estava sendo instalado para ter acesso “Root”. No Android, as coisas são um pouco mais complicadas porque requer que você faça algumas alteração para que ele possa ser usado com uma conta de superusuário.

Por que fazer Root no celular?

Bom… eu poderia fazer uma lista com vários motivos pelo qual você deveria fazer Root no seu aparelho, mas vou ser um pouco menos persuasivo e citar apenas alguns. Algumas aplicações precisam de acesso root para funcionar corretamente, entre elas estão gerenciadores de aplicativos que possibilitam desinstalar qualquer programa do seu aparelho, incluindo aqueles aplicativos das operadoras que não servem pra nada a não ser ocupar o precioso espaço da memória interna do seu telefone. Outro motivo para se fazer Root no Android seria a possibilidade de instalar Roms customizadas, que aumentam o desempenho ou usam recursos que a atual Rom não usa, e ter em mãos um celular mais funcional.

Diferença entre aparelho com acesso Root e sem acesso Root

De fato, existe uma grande diferença entre um celular com acesso Root e outro sem. Um aparelho que não conta com essa ferramenta poderosíssima habilitada acaba por não usar todas as potencialidades que ele oferece. Um celular que passou por um processo de rootagem permite que você faça praticamente tudo, até mesmo overclock, aumentando assim o poder de processamento do seu aparelho, ou downclock, para economizar bateria.

Percebeu? Mesmo eu tentado não ser tão convincente, Rootar o aparelho parece algo até bastante atraente. É como ter um celular bloqueado ou com milhares de restrições. Você fica louco para libertá-lo de uma vez.

Está tentado a Rootar?

As pessoas mais questionadoras podem se perguntar, se o Root  é tão bom assim, por que ele já não vem de fábrica com essa função habilitada? A resposta, ou pelo menos parte dela, já foi dada no começo do artigo. O usuário comum não entende muito bem pra que serve essa ferramenta poderosíssima e pode acabar danificando o celular. Então, para o bem de todos, é melhor deixá-la acessível apenas às pessoas entendidas.

Riscos do acesso Root

Alguns aplicativos maliciosos podem se valer dessa ferramenta para conseguir acesso privilegiado e acabar roubando senhas, enviar mensagens, minerar bitcoins e fazer uma verdadeira desgraça no seu aparelho. Que isso fique de alerta.

Perda da garantia de fábrica

Aplicar o processo de rootagem também implica na perda da garantia do seu aparelho. Isso quer dizer que se você aplicar o Root no seu celular e ele apresentar algum problema, seja por conta da obtenção do próprio acesso Root ou algum outro problema que não tenha nada haver com ele, você pode perder a cobertura da garantia.

Ok, eu entendo os riscos, mas quero rootar o meu aparelho

Se você se interessou em fazer Root fique sabendo que para cada dispositivo e versão do Android existe uma forma diferente de fazer. O que eu recomendo é pesquisar bastante antes de tentar qualquer alteração. Um passo mal feito pode danificar o seu aparelho. Preste bastante atenção antes de realizar as etapas e fique ligado se o tutorial é claro o bastante para continuar.

Rootar ou não, eis a questão

Outra coisa que eu gostaria de dizer, é que se você não usar a maioria dos recursos do seu celular e meche nele basicamente para realizar chamadas, enviar mensagens, acessa a Internet e vez ou outra instalar alguns aplicativos, não vejo necessidade de fazer Root. Para todos os outros casos o Root é, acredito eu,essencial. Só para lembrar, quando você enraíza o celular, é como se estivesse deixando-o disponível à uma serie de funcionalidades novas que só ficam acessíveis quando se tem acesso total do sistema. E então, pronto para libertar o seu Android?

Fonte: smartmundo
Davison Ismael

Davison Ismael

Designer gráfico a mais de 7 anos com foco em Web design na cidade de Brasília/DF, é apaixonado por dispositivos Android e uma boa xícara de café. Está sempre antenado em todas as tendências, novidades e lançamentos do mercado mobile. Adora assistir à vídeos reviews e sempre que possível está envolvido em alguma discussão sobre tecnologia.